Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Poeta Erótico

ilha.jpg



Ilha vulcânica longínqua

adorno verde no pescoço azul
do mar atlântico

pudesse ser veloz golfinho
ou Leandro nadador amante de Hero
para ir vê-la iria vê-la!

cheguem-me esta ilha
mais perto da península
porta de saída marítima

com loucura no mapa vê-se
um rabo verde saído, a curvatura
das costas na cama azul

nessa ilha existe um mundo
de beleza idílica que seduz
como poemas de Baudelaire

há flores do bem
de olímpicas fragrâncias
onde vaga Citereia se perfuma

de falésias e montes gentis
curvas sinuosas precipícios
onde o abismo nos abre a boca

trilhos secretos
desembocando em cavernas
húmidas e escondidas

de reentrâncias e saliências
sucumbe-se de amor voraz
se marés mansas o permitirem

pudesse ser o mar imenso
erguer-me em tumultuosas ondas
e amá-la. Amá-la!




(imagem infelizmente retirada da internet)

 

19 comentários

Comentar post

Arquivo

Em destaque no SAPO Blogs
pub