Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Poeta Erótico

tumblr_lqct4aJyg21qi3p0io1_500.png

Duas fêmeas juntas
Transformam-se
Transfodem-se

Unem-se, submetem-se
A delírios supremos
De Safo, de Lesbos

As mulheres sabem melhor
Molhar o prazer sabem
Os segredos bacantes

Sabem húmidos feitiços
da penumbra perfumada
Das coxas macias

Na fenda púrpura, da pérola
Oculta pela pele
No vértice vaginal

Vertiginosa, pelame
imperceptível quase
Loira luz de ninfa

Trocam carícias várias
Alargam lambem no
Esconde esconde do clitóris

Uivam fêmeas penetram-se
Fundem-se, fodem-se, criam
Membros postiços

Sorvem a seiva servem a outra
De bebedouro e bebedora
Repuxo, rio no bosque oculto

Seio com seio, apertam-se
Flor com flor condor com dor
Que amor que amor que amor

Dedilhando vão os dedos
Ó espasmo trémulo corpo
Ó fêmea feroz felina

Diana rasgou a túnica
Enfiou em si os dedos
Assistiu a tudo de excitada

12 comentários

Comentar post

Arquivo

Em destaque no SAPO Blogs
pub